02 jan 2015

Colaboração

Autópsia Review é um projeto editorial voltado para a divulgação científica nos temas da Ciência, Sociedade e ArTe. Participa a sociedade não especializada com suas percepções sobre esses três temas. Reúne conteúdos diversos, incluindo os especializados. Autópsia Review aposta na redação em crowdsourcing e conta com o apoio de pessoas interessadas em Ciência, Sociedade e ArTe em seu modelo colaborativo para produzir conteúdo.

Share

Quanto mais baixa a autoestima, mais é difícil pedir desculpas
baixaautoestimadentro

Imagem: ©shutterstock

R

econhecer um erro ou pedir perdão não é fácil para a maioria das pessoas. Para algumas, ainda, é realmente penoso. A consciência do erro afeta a autoimagem, o que deixa egos ‘mais frágeis’ relutantes”, diz o psicólogo Andrew Howell, da Universidade Grant MacEwan, no Canadá, autor de um estudo que relaciona traços de personalidade e “predisposição” para pedir desculpas.

Howell solicitou a homens e mulheres de diferentes idades que assinalassem se concordavam ou não com sentenças de um questionário, como “Por ainda estar com raiva quase nunca consigo me desculpar” e “Se acho que os outros não vão saber o que fiz, prefiro não pedir perdão”. Em seguida, os pesquisadores cruzaram as respostas com testes de personalidade aplicados aos mesmos voluntários.

“Como já esperávamos, as pontuações mais altas em traços como amabilidade e empatia coincidiram com maior aptidão para se desculpar”, explica o psicólogo. Por outro lado, pessoas que disseram sentir vergonha em se desculparem revelaram baixa autoestima, apesar de se sentirem incomodadas ao ferir os sentimentos de outra pessoa.

 

Fonte: Revista Mente e Cérebro – Seção NEURO CIRCUITO. Pág. 75. Janeiro de 2012. 

No comments
Leave a comment

Cadastre seu e-mail e receba os nossos posts!