Pitacos com o seu cérebro
cerebro_diego_flickr
Pitacos com o seu cérebro
Leave a comment

02 fevereiro, 2015

Por Marisa Nieri

E

mbora seja possível viver com apenas um rim ou sem o baço, não vivemos sem o coração ou o fígado. Carecemos de suficientes marcadores biológicos disponíveis para ajudar a diagnosticar quando ocorre alguma disfunção biológica com o cérebro. Quando órgãos entram em falência, o cérebro também padece, embora seja o último a deixar o navio que até então conduziu. O cérebro nos sinaliza e adoece por diversas causas. É necessário cuidar dele com imenso respeito – o que gera benefício para o corpo como um todo.

Coisas simples como uma alimentação mais saudável, mais exercício, evitar consumir substâncias prejudiciais, dormir o suficiente para que o cérebro possa descansar (e sonhar) são alguns hábitos saudáveis que podemos ter ou adquirir.

O cérebro também é regido por uma genética herdada, que sofre enormes influências do meio em que se desenvolve. As emoções e o afeto atingem diretamente o nosso cérebro (mesmo que seja esse mesmo órgão, responsável por produzí-los).

cerebro_diego_flickr
Imagem: Diego Álvaro Antón, membro do Flickr Commons

O cérebro é muito curioso. A criatividade é fonte de prazer e alegria para a sua existência. Algumas vezes se deixa levar pela brisa que sopra e promete felicidade fácil, descompromissada, irresponsável, ou por um poder que é cego e cruel na indiferença que dispensa outras consciências que dele dependem ou que com ele interagem. Em qualquer destas situações seu destino será de solidão. O cérebro foi criado para se relacionar com o mundo que o cerca.

 

Marisa Nieri
São Paulo, SP 
VIA: Autópsia Review

i_marisa

Marisa Nieri é médica formada pela UNIFESP, amante de Jung, adora neurociência, computação gráfica, fotografia, marcenaria, arte em casca de coco, pintura, música, viajar, conhecer pessoas e jogar video-game. Nada a acalma mais do que o barulho das águas de uma cachoeira, das ondas do mar beijando a praia, da chuva caindo depois de intensa estiagem, sentar em uma ponte à sombra de uma frondosa árvore e escutar o silêncio de um rio passando por baixo dela. Adora praias, como toda boa brasileira.

Licença Creative Commons
O trabalho Pitacos com o seu cérebro de Marisa Nieriestá licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível emwww.autopsiareview.org.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença emwww.autopsiareview.org.