06 fev 2012

Colaboração

Marisa Nieri é médica formada pela FMUSP, amante de Jung, adora neurociência, computação gráfica, fotografia, marcenaria, arte em casca de coco, pintura, música, viajar e jogar video-game. Nada a acalma mais do que o barulho das águas de uma cachoeira, das ondas do mar beijando a praia, da chuva caindo depois de intensa estiagem, sentar em uma ponte à sombra de uma frondosa árvore e escutar o silêncio de um rio passando por baixo dela. Adora praias, como toda boa brasileira.

Share

Carl Gustav Jung interviwed by Kaarle Nordenstreng
jung_room

Por Marisa Nieri

Relato traduzido do jornalista finlandês Kaarle Nordenstreng, conhecido por estudos em mídia de massa, também estudou psicologia na University of Tampere.  A entrevista abaixo foi feita quando ainda era estudante. Logo abaixo do relato dele, você pode ouvir a entrevista clicando no link.

 

Zürich?Küsnacht, February

“Como jornalista free-lancer da emissora finlandesa e estudante do primeiro ano de psicologia na Universidade de Helsinki, visitei amigos na Suíça em fevereiro de 1961, também na esperança de conseguir uma entrevista com C.G Jung. Seu secretário Aniela Jaffé primeira lamentou que o estado Prof. Jung de saúde não permitia a nomeação. No entanto, eu não desisti. Uma semana depois, e a Sra. Jaffé me disse, depois de consultar o professor Jung: “Você tem sorte, venha hoje às 5 da tarde. 

A nomeação durou quase uma hora. Nós concordamos em falar em inglês, apesar de eu não falar fluentemente (esta foi a primeira entrevista que realizei em uma língua estrangeira). Jung levou-me na sua biblioteca com uma grande janela para o lago de Zurique. Ele se sentou em uma poltrona de profundidade, a maior parte do tempo fumando um cachimbo (que pode ser ouvido durante as pausas). Depois, Jung mostrou-me um livro sobre filosofia Zen em uma mesa próxima. Após a entrevista, levei um par de imagens de Jung em sua poltrona, a luz natural com longa exposição (como pode ser ouvido na gravação). Antes de sair eu dei a ele um finlandês de madeira “Thomas Cruz”.

As fitas da gravação foram alteradas a cada dez minutos. Equivocadamente girei o botão de ‘play’ em vez de ‘gravação’. Infelizmente, essa parte da discussão foi perdido, além de minhas lembranças. Ele se recusou a ler um trecho de seu livro para o gravador, mas concordou em autografar o meu exemplar de Gegenwart und Zukunft.

http://www.uta.fi/media/public/cmt/jung.html

 

Marisa Nieri
São Paulo, SP 
VIA: grupo de estudos junguianos

i_marisa

Marisa Nieri é médica formada pela FMUSP, amante de Jung, adora neurociência, computação gráfica, fotografia, marcenaria, arte em casca de coco, pintura, música, viajar e jogar video-game. Nada a acalma mais do que o barulho das águas de uma cachoeira, das ondas do mar beijando a praia, da chuva caindo depois de intensa estiagem, sentar em uma ponte à sombra de uma frondosa árvore e escutar o silêncio de um rio passando por baixo dela. Adora praias, como toda boa brasileira.

 

Licença Creative Commons
Carl Gustav Jung interviwed by Kaarle Nordenstreng deKaarle Nordenstreng está licenciado com uma LicençaCreative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

No comments
Leave a comment

Cadastre seu e-mail e receba os nossos posts!